Insidetitle_vp
Pontos de Vista

O Plano de Deus

Faith Hellyer
RSS - Pontos de Vista Mude o Tamanho do Texto Aumentar Fonte  Diminuir Fonte  Restaurar Fonte
RSS - XML Feed - Link para ser usado no seu agregador de notícias

Minha mãe faleceu no fim do ano passado, depois de sofrer de um distúrbio neurológico debilitante chamado mal de Huntington. Durante nove anos vimos seu corpo e mente deteriorarem aos poucos. Isso suscitou todo tipo de emoções e perguntas. “Por que ela?” perguntei, na época uma adolescente chateada de dezesseis anos. “Por que nós?” Era difícil e às vezes embaraçoso, especialmente depois que a doença mostrou as caras e ficou impossível para ela controlar seus movimentos corporais. Em outros momentos, sentíamos frustração. O trabalho de cuidar dela frequentemente parecia demais e ficávamos perdidos quanto ao que podíamos fazer quando a mamãe ficava extremamente emotiva ou deprimida – efeitos colaterais comuns da doença de Huntington.

A maior parte do tempo, entretanto, mamãe permanecia positiva, valorizava nossos esforços, estava esperançosa, cheia de fé e fazia o máximo para nos encorajar a fazer o mesmo. Muitos ficaram profundamente sensibilizados pela maneira com que ela se manteve positiva mesmo passando por tantas dificuldades e tanto sofrimento.

Aprendi muito e sei que hoje sou uma pessoa melhor por ter passado por isto com ela. Por exemplo, eu não conseguia antes me identificar com alguém que tivesse perdido um ente querido – um avô, a mãe, o pai, um irmão ou um amigo íntimo – mas agora compreendo isso. Sempre fui muito próxima da minha mãe, então sinto que, com sua morte, perdi também uma de minhas melhores amigas. Foi difícil aceitar isso no princípio, mas agora sei que fazia parte do plano de Deus – um plano que Ele me explicou em um sonho.

Naquele sonho Ele me disse: “Trago lágrimas à sua vida para regar o solo de seu coração. Caso contrário, a bondade se perderia. Essas lágrimas enriquecem sua vida e permitem que a beleza nasça na hora certa.” Ele me mostrou que se não passássemos por tempos difíceis, nossos corações seriam como um deserto seco e árido onde a areia é varrida na direção em que o vento sopra. Até mesmo o solo mais fértil precisa de umidade para produzir a beleza da vida nova. Deus, nosso jardineiro celestial, tem um plano para cada um de nós. Embora permita que passemos por tempos difíceis, nunca espera que os enfrentemos sozinhos e eles nunca vêm sem um propósito e plano. Ele traz cada estação de “chuva” para regar o jardim de nossos corações.

Faith Hellyer é membro da Família Internacional na Austrália.

Sem tags no artigo.

Você está enviando: O Plano de Deus

Seu nome

Seu e-mail

Enviar para (e-mail)

Comentário para seu amigo